Quando a primeira pergunta é... "mas esse data é para o ano, certo?" algo parece não bater certo.

Estávamos a poucos dias do vosso casamento quando nos conhecemos a primeira vez, num cafe a um ritmo bem relaxados, ouvíamos a Joana e o João a falar de algo que ia acontecer nos próximos dias, mas que parecia para o ano seguinte. Apesar de toda a calma o tempo teimava em fazer-nos acelerar o passo, somos sempre um pouco reticentes quando tudo acontece no em menos de nada, mas vocês são a prova provada, que assim as coisas até podem correr bem, tudo depende de quanto coração colocam no que fazem, e sim, correu tudo muitoooo bem. O passeio com vocês foi feito num ápice e num ápice maior chegou o vosso dia. Fomos recebidos como da família, não é que não aconteca na maioria das vezes, mas depende sempre do momento em que sentimos que para vocês somos o José e a Catarina e não apenas os fotógrafos, e por isso OBRIGADA por toda este "feel like home". O dia passou mais rápido ainda... casa, igreja, quinta... e alguma chuva á mistura, mas tudo correu a um ritmo de casamento tratado com um ano de antecedência (ahaha) mas é que correu mesmo. E hoje aqui está um pouco do nosso olhar familiar daquilo que partilharam connosco. No dia em que se tornaram ainda mais um só, pois em ti Joana já brilha uma luzinha mágica. Parabéns.