Um passeio pela Mata dos Medos. O nome assusta, mas a imagem supera qualquer medo que esta mata possa causar. Encontrámo-nos antes de lá chegar para vos guiarmos e ai começou a risada, o vosso carro, pelas vossas contas o 3º, estava a teimar não pegar, o Fábio no seu jeito descontraído "lançou-se" pela rampa da Fonte da Telha e venceu a teimosia do boguinhas. Chegados ao local prontinhos para iniciar caminho e fomos presenteados com umas deliciosas amêndoas, olhem que não esquecemos, vocês sabiam que o regresso ia ser duro e íamos precisar de algum reforço, obrigada. O caminho faz-se caminhado ao vosso ritmo, como tem de ser, um nervoso miudinho partilhado connosco, um não saber o que fazer, muita risada, brincadeiras e conversa á mistura, simplicidade de momentos e que nos enchem de tanto. Este ritmo leva-nos a ter pouco tempo para o quotidiano, as saídas com os amigos são substituídos por estes passeios, por novos amigos, confidentes, ouvintes. Na verdade vocês não partilham connosco só o vosso dia, partilham tão mais do que isso, nos passeios percebemos as vossas ligações, cedem e superam os dois em conjunto. No fim sabemos sempre que trazemos mais do que belas fotos, trazemos dois amigos que nos deixam nas mãos a responsabilidade de um dia que não se repete, obrigada será sempre pouco. Assim agradecemos com a melhor das memórias - a fotografia.

A walk through the Mata dos Medos. The name is frightening but the image overcomes any fear that this forest may cause. We met you before to guide you and there started the laughter, you reckoned to be the third car, it did not want to start; Fábio in his relaxed way launched through the slope of Fonte da Telha and won the stubbornness of the small old car. Having arrived to the place ready to start the way we were given some delicious almonds, note that we do not forget, you knew that the return was going to be tough and we would require some reinforcement, thank you. The walk is made walking at your pace, a flutter of nervousness shared with us, a not knowing what to do, much laughter, a mix of playing and conversation, the simplicity of moments which fulfil us so much. This rhythm cause us to have little time for daily life, going out with friends is substituted by these walks, by new confident and listening friends. To be honest you do not share only your day with us, on the walks we understand your connection, and you give in and overcome anything together. In the end, we are always aware that we bring more than beautiful photos, we bring two friends who entrust us with the responsibility of a unique day, a day that can not be repeated, thank you, it will always be short. Therefore, we thank you with the best of memories – photography.